Por Elsa Oliveira

Quem aí é da época em que era permitido trabalhar desde bem novinho com carteira assinada? Eu sou, e desde sempre tive essa preocupação comigo e com a minha família: estar empregado. Foi aos 15 anos que eu tive meu primeiro registro, em empresa privada, onde iniciei minha vida profissional. De lá para cá muita coisa mudou e a minha trajetória me colocou hoje em um lugar onde tenho a oportunidade de lutar para promover a empregabilidade do povo da cidade onde eu moro e para a qual trabalho e me dedico.


Como vereadora, propus a criação e agora presido a Frente Parlamentar de Emprego, Renda e Desenvolvimento Econômico da Câmara de Osasco, que tem por objetivo estudar o mercado para que possamos, juntos com o Poder Executivo e a iniciativa privada, buscar soluções para o desemprego. É nosso objetivo também dar mais condições para a população chegar preparada ao mercado de trabalho, cada vez mais competitivo, propondo parcerias e incentivando projetos de capacitação profissional.

Este é um trabalho que eu defendo e desenvolvo desde que assumi a Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão de Osasco, hoje Secretaria de Emprego, Trabalho e Renda. E é desde essa época que eu acompanho, com mais atenção, os índices oficiais de empregabilidade em Osasco e no Brasil.

Em alguns desses anos essa questão foi mais preocupante, sobretudo quando o nosso país chegou ao patamar de cerca de 15% da população em idade elegível para o trabalho, desempregada.

Mas isso vem mudando ao longo dos meses e, nos últimos dias, o IBGE divulgou dados sobre a taxa de desemprego no Brasil no trimestre encerrado em julho. Segundo a PNAD Contínua, a taxa de desemprego no Brasil caiu para 7,9%, o melhor resultado para o mesmo período desde 2014, quando a taxa de desemprego foi de 6,7% da população.

Em Osasco também comemoramos os números divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, que acompanha, mês a mês, o desempenho de todos os 5.568 municípios, além do Distrito Estadual de Fernando de Noronha e do Distrito Federal.

Segundo o CAGED, Osasco fechou o mês de julho com 8.311 novas carteiras assinadas. O saldo positivo de empregos, que é a diferença entre contratados e demitidos, ficou positivo em 1.136 contratações, o melhor de 2023 até agora. Se estendermos a análise para além de julho, último mês divulgado pelo CAGED, e buscarmos os dados desde janeiro, registramos a marca de 58.156 pessoas contratadas pelas empresas da cidade.

Esses números animadores são frutos de um país em recuperaçãoe, especificamente em Osasco, são frutos de uma administração comprometida em tornar a cidade atrativa do ponto de vista logístico, estrutural, tributário e tecnológico. Somos uma das cidades que mais têm recebido novas empresas, muitas delas gigantes, o que promove não só a geração de empregos mas o desenvolvimento da região como um todo.


E para acompanhar esse crescimento nossa meta é buscar parcerias para que a cidade oferte formação e qualificação profissional. Exemplo disso é a propositura da criação de cursos de qualificação, na área de tecnologia, voltado para as mulheres; o pedido para que a ETEC disponibilize curso técnico em veterinária na unidade Osasco, e o apoio a todo projeto que chega na casa com os mesmos objetivos.
Sigamos na missão! É tempo, sim, de comemorar o bom resultado, mas atenta às novas demandas que o crescimento pode trazer e, sobretudo, atenta ao fato de que, apesar da fase animadora, ainda há muito pra se fazer no que diz respeito à empregabilidade e à geração de renda.

A postagem Brasil comemora menor índice de desemprego desde 2014 apareceu primeiro em Jornal Digital da Região Oeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se em Nossa Newsletters

Ser notificado das melhores promoções no nosso WordPress temas.

Você Também Pode Gostar

Cotia inicia a vacinação seletiva contra meningite nas UBS’s até 28/02

A vacinação visa imunizar jovens contra a meningite ACWY, mesmo que tenham…

Itapevi abre inscrições para elenco  do espetáculo Paixão de Cristo 2023

Vagas são para munícipes com idade a partir de 12 anos e…

Osasco recebe em Agosto o Escopo Beach Festival, com o melhor do Pagode, Funk e Samba

Pela primeira vez na cidade de Osasco, nos dias 26 e 27…

A ANUEPO promove feijoada beneficente em agosto

No formato drive-thru, a ação é a primeira sob o comando da…