São 117 artistas e mais de 280 obras que refletem culturas de países da América do Sul, América do Norte, Oceania e Escandinávia.

Em uma mistura fantástica de culturas e visões, o MASP, em parceria com o Kode Bergen Art Museum, vai levar todos os visitantes em uma jornada incrível com a exposição “Histórias Indígenas.

Lembrando que essa é a segunda exposição que trata da temática indígena neste ano no museu.

A mostra ocupa as galerias do primeiro andar e do segundo subsolo do MASP até 25 de fevereiro de 2024, um dos museus mais icônicos da capital vai abrir suas portas para uma celebração de histórias e culturas de diferentes partes do mundo, reunindo 170 artistas e 285 obras.

Apesar de seu alcance internacional e de sua amplitude temporal, o projeto não assume uma abordagem totalizante nem enciclopédica,pelo contrário. A esse respeito, é importante levar em consideração o significado específico do termo “histórias” em português, que é bastante diferente de “histories” em inglês. O termo “histórias” abrange tanto a ficção quanto a não-ficção, relatos históricos e pessoais, de natureza pública e privada, em nível micro ou macro, possuindo, assim, um caráter mais polifônico, especulativo, aberto, incompleto, processual e fragmentado do que a noção tradicional de História.

As culturas e tradições de países da América do Sul, América do Norte, Oceania e Escandinávia promovem diferentes perspectivas sobre as histórias indígenas das regiões,  que vão desde o período anterior à colonização europeia até o presente, com a curadoria de artistas e pesquisadores indígenas ou de ascendência indígena.

A exposição será acompanhada por um grande catálogo publicado em edições separadas em português e inglês, reproduzindo as obras da mostra, bem como ensaios escritos por todos os curadores da exposição acompanhando cada uma das seções.

Dividida em oito núcleos, a mostra traz cada um com uma história única e cativante: “Relações que nutrem: família, comunidade e terra” (Canadá), “A construção do ‘eu’” (México), “Histórias de pintura no deserto” (Austrália), “Pachakuti: o mundo de cabeça para baixo” (Peru), “Rompendo a representação” (Maori, Nova Zelândia), “Tempo não tempo” (Brasil), “Várveš: escondidos do dia” (Sami, Noruega), e um núcleo temático colaborativo de todos os curadores, intitulado “Ativismos“.

Histórias indígenas tem curadoria de Abraham Cruzvillegas (Cidade do México); Alexandra Kahsenni: ioNahwegahbow, Jocelyn Piirainen, Michelle LaVallee e Wahsontiio Cross (Ottawa, Canadá); Bruce Johnson-McLean (Camberra, Austrália), Edson Kayapó, KássiaBorges Karajá e Renata Tupinambá, curadores-adjuntos de arte indígena, MASP; Irene Snarby (Tromsø, Noruega; Kode); Nigel Borell (Auckland, Nova Zelândia) e Sandra Gamarra (Lima, Peru), e tem a coordenação curatorial de Adriano Pedrosa, diretor artístico, MASP, e Guilherme Giufrida, curador assistente, MASP.

A visitação é realizada somente com agendamento prévioe as terças, a entrada é gratuita.

Vale a pena conferir!

Exposição “Histórias Indígenas”

Quando: Até 25 de fevereiro de 2024 – De Terça á Domingo – Terça, das 10h às 20h – Quarta a domingo, das 10h às 18h

Quanto: Entrada gratuita às terças-feiras | R$ 30 (meia) e R$ 60 (inteira) nos demais dias

 

Onde: MASP – Museu de Arte de São Paulo – Avenida Paulista, 1578 – Bela Vista, SP

 

A postagem Agenda Cultural: Exposição “Histórias Indígenas”leva tradições do mundo ao MASP apareceu primeiro em Jornal Digital da Região Oeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se em Nossa Newsletters

Ser notificado das melhores promoções no nosso WordPress temas.

Você Também Pode Gostar

Barueri abre novos cursos de geração de renda 

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de Barueri (Sads) abrirá novas…

Cotia inicia a vacinação seletiva contra meningite nas UBS’s até 28/02

A vacinação visa imunizar jovens contra a meningite ACWY, mesmo que tenham…

Itapevi abre inscrições para elenco  do espetáculo Paixão de Cristo 2023

Vagas são para munícipes com idade a partir de 12 anos e…

Festa do Trabalhador de Jandira 2024 promete muita música e diversão com Guilherme & Benuto e Felipe Araújo

Com entrada franca, grandes nomes do sertanejo estarão reunidos em um show…