Na manhã desta quarta-feira, 20/12, aconteceu a cerimônia de inauguração da Casa de Passagem do CIOESTE. Um dos principais projetos do Consórcio, o local servirá como abrigo provisório para mulheres em situação de violência doméstica e familiar.

Aprovada em assembleia de prefeitos do CIOESTE, a Casa de Passagem visa atender mulheres que precisam de um refúgio temporário, de curta duração, longe de seus agressores.

O CIOESTE conta com outro projeto de apoio a mulheres vítimas de violência doméstica, a Casa Abrigo, um local para longa permanência, criado há seis anos.

Durante a inauguração, a coordenadora da Câmara Técnica (CT) de Gênero do CIOESTE, Luciana Ribeiro relembrou o processo de criação da Casa de Passagem. “São quase 11 anos de uma construção coletiva que envolveu muitas mulheres. Hoje eu lembro de todas que passaram por aqui, como Sônia Rainho, por exemplo. Quero agradecer a cada uma dessas mulheres que colaboraram para que a Casa de Passagem seja uma realidade e possa salvar a vida de tantas mulheres. E eu tenho certeza de que 2024 será um ano próspero para o movimento social das mulheres, para a acessibilidade e para os direitos universais e fundamentais, para que a gente respeite realmente a dignidade da pessoa humana”, destacou a assistente social.

A vice-prefeita e secretária dos Direitos Humanos, Cidadania e da Mulher de Cotia, Ângela Maluf, também fez questão de ressaltar a importância da Casa de Passagem. “Hoje nós só temos que agradecer por fazer parte do maior consórcio do Brasil. Lembro de como começamos, numa sala pequena e com uma mesa de café, na Secretaria da Mulher de Osasco, e olha onde nós chegamos. Hoje estamos aqui assinando esse termo de compromisso da Casa de Passagem, que é da maior importância para as mulheres da nossa região. Sou muito grata por fazer parte de tudo isso com vocês”, declarou.

Casa de Passagem

Um projeto que vem sendo discutido há dez anos, desde o início do CIOESTE, a Casa de Passagem começou a se tornar realidade em fevereiro deste ano, quando a diretora da DRADS (Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social), órgão da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social de São Paulo, Ana Paula Souza Romeu, se reuniu com as equipes da Câmara Técnica (CT) de Assistência Social e do Grupo de Trabalho (GT) de Gênero.

Na ocasião, Ana Paula falou sobre os encaminhamentos e prazos para a implantação da Casa de Passagem, e ressaltou o investimento de 50% de contrapartida, por parte do Governo do Estado.

“Estou emocionada por fazer parte desse momento e por ter contribuído, de alguma forma, com a viabilização desse projeto. Agradeço muito a oportunidade de conseguir fazer essa parceria e de estar com vocês, em nome do secretário de Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento Júnior. Valeu todo esforço e, com certeza, a região ganha mais um serviço de proteção para a mulher, ampliando essa rede protetiva”, destacou Ana Paula.

Mais que acolher vítimas de violência doméstica, a Casa de Passagem visa garantir a integridade física e emocional dessas mulheres, além de apoiá-las no enfrentamento à violência, com a promoção de direitos e o fortalecimento da cidadania, de modo que elas consigam romper o ciclo de violência em que estão inseridas.

Durante a inauguração, o presidente do CIOESTE e prefeito de Vargem Grande Paulista, Josué Ramos, destacou o momento como um marco na construção de um legado para garantir a proteção à mulher. “Todas as pessoas envolvidas nesse projeto, que hoje é realidade, estão de parabéns, porque conseguimos viabilizar esse espaço com muita agilidade, e isso se deve muito à parceria com o Governo do Estado, que agilizou muito o processo. Além disso, é preciso dizer que a Casa de Passagem é um local de recolhimento em uma situação emergencial, uma noite ou um fim de semana. E isso é muito importante para garantir a integridade dessas mulheres.”

Presente ao evento, a presidente do Instituto Cecília Meireles, Eliete Ferreira Valentim, parabenizou o CIOESTE por viabilizar a criação da Casa de Passagem. “Nós já trabalhamos juntos com a Casa Abrigo, e sabemos do cuidado desse Consórcio com as mulheres, respeitando essa luta que é uma luta muito forte e importante. Estou certa de que faremos um trabalho com muita excelência e com muito carinho”, declarou.

O evento contou com a presença do vice-prefeito de Itapevi, Teco Godoy; do secretário Executivo do CIOESTE, Jorge Lapas; da vice-prefeita de Santana de Parnaíba, Rosalia Dantas; da presidente da CT de Educação do CIOESTE, e secretária de Educação de Vargem Grande Paulista, Soeli Ramos; da secretária da Mulher de Vargem Grande Paulista, Dra. Larissa Canavez; da secretária dos dos Direitos Humanos, Cidadania e da Mulher de Cotia, Olympia Graça de Navasques Marcelino; da secretária de Direitos Humanos de Cidadania de Itapevi, Renata dos Santos Silva; da delegada de Itapevi, Dra. Patrícia Barros; e da presidente do Instituto Cecília Meireles, Eliete Ferreira Valentim; além de representantes do CIOESTE.

A postagem CIOESTE inaugura Casa de Passagem para mulheres vítimas de violência doméstica apareceu primeiro em Jornal Digital da Região Oeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se em Nossa Newsletters

Ser notificado das melhores promoções no nosso WordPress temas.

Você Também Pode Gostar

Barueri abre novos cursos de geração de renda 

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de Barueri (Sads) abrirá novas…

Cotia inicia a vacinação seletiva contra meningite nas UBS’s até 28/02

A vacinação visa imunizar jovens contra a meningite ACWY, mesmo que tenham…

Itapevi abre inscrições para elenco  do espetáculo Paixão de Cristo 2023

Vagas são para munícipes com idade a partir de 12 anos e…

Festa do Trabalhador de Jandira 2024 promete muita música e diversão com Guilherme & Benuto e Felipe Araújo

Com entrada franca, grandes nomes do sertanejo estarão reunidos em um show…