Sob o tema “Tudo é coisa de Mulher”, a 6ª edição do evento “Chá de Alices”, promovido pela Secretaria da Mulher de Barueri, trouxe histórias de mulheres fortes e que lutam todos os dias pela busca de espaços majoritariamente ocupados por homens. O encontro foi marcado por apresentações culturais, bate-papo e muito empoderamento feminino. 

 

Alice Através do Espelho

A ação “Chá de Alices” faz alusão ao clássico literário de Lewis Carroll, Alice Através do Espelho.  A obra escrita em 1987 traz diversas reflexões filosóficas e de combate à estrutura machista. 

 

“Eu amo a história da Alice. Sou muito parecida com ela porque sou muito curiosa”, disse a bailarina Maria Eduarda Nóbrega Cruz, de 14 anos, que, vestida como a personagem, dançou a música tema do filme de mesmo nome. 

 

Debate empoderado

Na roda de conversa, as convidadas falaram sobre os desafios de suas carreiras, que são atreladas, culturalmente, às profissões masculinas.

 

“Já ouvi coisas do tipo: ‘mulher tem que pilotar fogão’. Eu sempre respondi à altura, pois eu amo a minha profissão, meu filho também é motorista de ônibus e estamos sempre buscando atender bem”, disse a motorista de ônibus Lídia Maria de Almeida.

 

“As mulheres são multitarefas e essa é uma habilidade que pode ajudar nas carreiras ligadas à tecnologia. As mulheres devem e precisam se aproximar desse universo tecnológico. Existem plataformas gratuitas que podem auxiliar nessa jornada”, disse Érika Alves, coordenadora de Comunicação e Inovação do Centro de Inovação e Tecnologia de Barueri (CIT). 

 

A soldado do 18º grupamento de Bombeiros, Dania Roberta Fiches, falou sobre a sua vocação para atuar na corporação.

 

“Antes de entrar no Corpo de Bombeiros passei por várias provas e etapas muito difíceis. Não conseguia escalar uma corda e isso me deixou muito frustrada. Não desisti e cumpri todas as fases e estava entre as poucas mulheres recrutadas. Amo o meu trabalho, e se você quiser, pode se superar”, disse Dania

 

A médica Luciana Dias Rodrigues, Ceo de uma empresa de medicina diagnóstica, destacou a importância de as empresas atuarem com políticas de inclusão e de valorização das mulheres na ciência.

 

“As mulheres cada vez mais estão ocupando espaço, é um trabalho árduo e contínuo. Na medicina, as mulheres se destacam cada vez mais. Nos trabalhos ligados à saúde somos maioria, mas infelizmente a minoria em cargos de liderança. Eu luto para reverter essa lógica na minha empresa e me orgulho por ter 90% de mulheres no meu quadro”, destacou a médica. 

 

A postagem Secretaria da Mulher realiza 6ª edição do “Chá de Alices” apareceu primeiro em Jornal Digital da Região Oeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se em Nossa Newsletters

Ser notificado das melhores promoções no nosso WordPress temas.

Você Também Pode Gostar

Cotia inicia a vacinação seletiva contra meningite nas UBS’s até 28/02

A vacinação visa imunizar jovens contra a meningite ACWY, mesmo que tenham…

Itapevi abre inscrições para elenco  do espetáculo Paixão de Cristo 2023

Vagas são para munícipes com idade a partir de 12 anos e…

Osasco recebe em Agosto o Escopo Beach Festival, com o melhor do Pagode, Funk e Samba

Pela primeira vez na cidade de Osasco, nos dias 26 e 27…

A ANUEPO promove feijoada beneficente em agosto

No formato drive-thru, a ação é a primeira sob o comando da…