Você sabe o que é passar um ano inteirinho disputando campeonatos de voleibol com as melhores equipes do Estado de São Paulo e não perder uma só partida?

Então, pergunte a José Vonaldo Sousa, o Cunha, e a Adroaldo Sousa, os técnicos/assistentes-técnicos das equipes Sub-14 e Sub-15 do Barueri Esporte Forte e obterão a resposta.

Porque não satisfeitos em vencer o Campeonato Metropolitano Feminino de forma invicta nas duas categorias (52 jogos e 52 vitórias no total), eles ainda colecionaram mais 100% de aproveitamento no Torneio Hebraica no clube homônimo da Capital paulista: sete vitórias, quase todas por 3 sets 0.

A afinidade deles vai além do sobrenome

“Já fui campeão dezenas várias vezes, sendo invicto em algumas delas. Tenho 30 anos de vivência no vôlei (10 em escolas e 20 na Secretaria de Esportes”, conta Cunha, referindo-se à Secretaria de Esportes de Barueri. “Estou há 32 anos no esporte”, revela Adroaldo. “Conquistei vários títulos, inclusive dois dos Jogos Abertos por Taboão da Serra e um por Barueri”, arremata ele.

A dupla adotou a alternância de comando nas duas equipes:

Cunha é técnico da Sub-14 e assistente-técnico da Sub-15. Adroaldo, vice-versa. “Adotamos esse sistema para que a atleta não sofra choques. Ao subir de categoria, ela já estará habituada ao novo comandante”, ensina Adroaldo.

José Roberto Guimarães, técnico do time adulto de Barueri e da seleção brasileira feminina já os conhece: “O trabalho deles é muito bom e tiveram um excelente ano. Tenho observado muitas jogadoras que passam por eles e em breve vão estar brilhando“, confidencia.

Portanto, como muitas jogadoras de Barueri saem daqui para brilhar no Brasil e até no mundo, volta e meia os nossos técnicos são sondados e recebem proposta para trabalhar em outros clubes.

“Barueri oferece ótimas condições de trabalho. Tenho muita sorte de trabalhar com pessoas que gostam do que fazem. Estou muito satisfeito aqui”, revela Adroaldo.  “A estabilidade e a autonomia que temos são fundamentais. Todo trabalho necessita de tempo e planejamento para atingirmos bons resultados”, declara Cunha.

Mas é comum ver os dois técnicos esbravejando com as jogadoras à beira da quadra, mesmo quando acertam o ponto. Qual deles seria o mais exigente? “Eu exijo que elas acertem o fundamento; o ponto é uma consequência”, explica Cunha. “Os dois cobram muito da gente, cada um de uma forma, mas o Adroaldo é mais exigente”, afirmam as irmãs Laura e Marina Maccarone, atletas das equipes Sub-14 e Sub-15.

“Eu e minha esposa admiramos o método de ensino e liderança do Cunha e do Adroaldo”, afirma Giorgio Maccarone, pai de Laura e Marina e também de Anna Luiza, que já passou pelo comando dos dois técnicos e agora integra as equipes Sub-19 e Sub-21 do Barueri Volleyball Club.

Sobre Cunha

José Vonaldo nasceu na Paraíba há 55 anos e está em Barueri desde os sete. Recebeu o apelido Cunha na infância e gostou: “Virou meu nome artístico”, brinca. É formado em Educação Física e aproveita suas horas livres para passear em shoppings, frequentar bares e teatros com a esposa e jogar vídeo games.

Portanto, tem três filhas e uma delas chegou a ser federada no voleibol. Para quem acha que ele é muito rigoroso com as suas atletas, ele conta: “Tive que cortá-la do time que eu dirigia por que ela não tinha os atributos necessários para sequência na competição”.

Sobre Adroaldo

Adroaldo nasceu em Osasco em 1967. É formado em Educação Física e pós-graduado em voleibol nível IV da Confederação Brasileira de Voleibol. Mas possui três netinhos e um filho formado em Educação Física e medicina veterinária, especializado no tratamento de cavalos, que por coincidência é o lazer do pai, criador da raça Mangalarga Marchador.

Porque ele já trabalhou em equipes adultas, mas descobriu que o trabalho com jovens é muito melhor. “O educador tem que se colocar no lugar do jovem, que está passando por muitas transformações. Ele deve ser firme, parceiro e verdadeiro ao mesmo tempo. Me encontrei nesse trabalho. É um privilégio pra mim”, ensina.

A postagem Cunha e Adroaldo, os técnicos 100% do Barueri Esporte Forte apareceu primeiro em Jornal Digital da Região Oeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se em Nossa Newsletters

Ser notificado das melhores promoções no nosso WordPress temas.

Você Também Pode Gostar

Barueri começa a vacinar crianças menores de três anos contra Covid-19

Já começou em Barueri a vacinação da primeira dose contra Covid-19 para…

Barueri celebra quatro anos beneficiando mais de 10 mil famílias no Centro de Referência pela primeira infância

Portanto, durante o mês de fevereiro aconteceram muitas atividades especiais que movimentaram…

Barueri está com inscrições abertas para curso gratuito sobre plataforma de serviços

A prefeitura de Barueri, por intermédio do CIT (Centro de Inovação e…